Felipe Sertanejo termina sua carreira aos 30 anos

A terceira derrota consecutiva quando ainda não havia recuperado de problemas físicos que vinham de trás, fez com que Felipe Sertanejo, conhecido lutador brasileiro de MMA, ponderasse e decidisse terminar sua carreira apesar de ter apenas 30 anos de idade.

Para quem não conhece Felipe pessoalmente ou não acompanhou seu historial, pode parecer estranho ele estar colocando um ponto final em seu percurso de lutador de MMA com esse anúncio de final de carreira que para muitos parece vir cedo demais.

O atleta da categoria peso-galo sofreu essa derrota no UFC Cingapura e para ele essa foi a gota de água. Tendo já que lidar com uma paralisia facial e com as sequelas de um acidente de moto, Felipe considerou suas possibilidades e, visto que não depende dos combates para sua estabilidade econômica, acabou tomando a decisão de preservar seu bem-estar físico e mental se retirando da competição.

Com 18 vitórias e 10 derrotas em seu cartel, Felipe Sertanejo nunca chegou a ser um dos lutadores de maior relevo no MMA mas teve uma presença suficientemente forte para se poder considerar um excelente profissional – o que é também visível pelo grande número de fãs que seguiram seu trajeto no MMA.

Conhecido como o “Mãos de Pedra” devido à força de seus punhos, o lutador que agora termina sua carreira iniciou a mesma aos 12 anos quando ingressou em aulas de judô e taekwondo. Dois anos mais tarde se iniciou no muay thai e com apenas 18 anos dava os primeiros passos no MMA.

Quando visto dessa forma, seu percurso é até bastante longo apesar de sua jovem idade.

O atleta utilizou a rede social Instagram para comunicar a seus fãs, numa sentida mensagem, as razões para sua despedida dos combates, não esquecendo de agradecer a todos por seu apoio ao longo desses 12 anos de muitos altos e baixos.

Leave a Reply

Your email address will not be published.