O que é o MMA?

Para quem não conhece esse esporte, o MMA pode parecer uma luta de vale-tudo, de violência gratuita, sem regras e sem restrições.

Mas o MMA está muito para além disso.

A sigla inglesa MMA significa Mixed Martial Arts ou, em português, Artes Marciais Mistas.

Como o próprio nome indica, esse esporte de combate não é por si só uma arte marcial mas sim uma modalidade em que os lutadores utilizam normalmente uma combinação de várias artes marciais, se destacando de entre elas o jiu jitsu, o muay thai, o karaté, o boxe e o judô.

Se é verdade que o MMA teve suas origens no vale-tudo brasileiro, ao contrário desse, o MMA se rege por um conjunto bem claro de regras e emprega técnicas reconhecidas das diversas artes marciais em que se inspira.

Essas regras foram no entanto pensadas para retirar o mínimo de espetacularidade ao MMA, permitindo apenas assegurar a segurança e integridade física dos participantes, através da presença de um juiz e da aplicação de faltas por golpes considerados “sujos”, em áreas sensíveis como os olhos ou a garganta do adversário.

Durante os três a cinco rounds (dependendo da competição realizada) de cinco minutos que compõem o combate, o juiz árbitro assinalará uma falta a cada infração através de um aviso. Se um dos lutadores acumular três avisos num combate ele será automaticamente desclassificado, perdendo o mesmo.

Os lutadores podem lutar com o corpo inteiro e atingir o oponente em todas as partes não sancionáveis por faltas. O equipamento é simples, consistindo apenas em calção, luvas, proteções para os dentes e para a área genital. Não é permitido o uso de calçado em combate.

Com o wrestling americano saindo de moda por sua previsibilidade e aparência teatral, o MMA tem conquistado cada vez mais fãs pelo mundo inteiro, sendo um esporte de relevo também no Brasil.